Com a Origem na Bagagem

imagem-0041

Quando eu era pequena, me encantava pelo brilho das bolinhas de gude do jogo Resta Um, que minha mãe escondia por medo de que eu as engolisse. Já mais crescida, e depois de muito quebrar a cabeça, consegui alcançar o objetivo do jogo, deixar somente uma bolinha no tabuleiro.

Em seguida, descobri o jogo Capitão Cook e a sua instigante história. Lembro-me das partidas disputadas com meus primos e amiguinhos. Foram momentos muito divertidos.

Depois, o que prendeu minha atenção – e olha que eu não era de ficar quieta – foi o Jardim Zen, que não era bem um jogo, mas me divertia ao realizar inúmeros desenhos na areia. E o resultado era a minha mãe brava com a bagunça que eu fazia, quando eu derramava a areia do tabuleiro e deixava as pedrinhas espalhadas pelo chão.

Hoje, o desafio deixou de ser uma partida de jogo. Agora, faço parte da equipe da Origem. Consegui uma Bolsa de Iniciação Científica graças à parceria da empresa com a instituição PUC Minas, na qual passei no vestibular para Administração. Êba!

Colaboro na pesquisa de jogos educacionais, o que é uma grande oportunidade de aprendizado, ao acompanhar os processos de desenvolvimento de um produto e por conviver com profissionais experientes.

Espero finalizar esse novo desafio com o sabor de vitória em mais uma partida com os produtos da Origem.
Íris Jacques da Cruz
2017-12-16T11:57:36-03:00